Antes Que Eu Vá

Imagem retirada do site livrariasaraiva.com

Você costuma julgar o livro pela capa? Então olhe só a capa deste!

Gostou? Bem, então você me entenderá se eu disser que simplesmente me apaixonei pelo livro assim que o vi naquela televisão do metrô. Eu corri para a Livraria Saraiva (que não era meu destino inicial) e o comprei, sem nem msmo ler a sinopse ou olhar o preço. Agi por impulso, mas não me arrependo.

Sabe aquela história que te faz não querer desgrudar seus olhos enquanto você não ver o que vai acontecer no final? Pois bem, a história de Sam Kingston é deste tipo.

Quer saber por que? Aqui vai: Samantha é uma garota que tem tudo o que qualquer outra garota americana deseja: beleza, namorado, melhores amigas, popularidade, ou seja, uma vida perfeita. Acontece que quando as coisas são tão perfeitas assim, algo tem que acontecer para dar uma reviravolta em tudo.

E é isso o que acontece quando Sam acorda na manhã do dia 12 de fevereiro, um dia muito importante para todos do colégio Thomas Jefferson, o Dia do Cupido, onde ganhar rosas é o que mais importa, pois no final do dia, quanto mais rosas você tiver maior é sua popularidade. E como qualquer outra jovem, nossa protagonista e suas inseparáveis amigas: Lindsay, Ally e Elody estão empolgadas pelo dia, mais ainda Samantha, que marcou com seu namorado, Rob, uma noite inesquecível: perder a virgindade . E para comemorar este dia tão especial por que não ir a uma festa com bebidas à vontade depois da aula? E é isso o que as garotas decidem fazer junto com toda a turma, mas mal sabem que a noite para Sam vai acabar mais rápido do que para os outros. Um trágico acidente de carro depois da festa ocorre e ela agora está morta.

E é nesse momento que você me pergunta: esta é a tal história que te prende do começo ao fim? E eu respondo: Calma, eu ainda não terminei!

Depois do acidente, Samantha acorda com o despertador tocando e pensa que tudo não se passou de um terrível pesadelo, porém logo percebe que está revivendo o dia de sua morte. E então começa a tentar mudar o que ocorreu naquele dia, mas quando acha que tudo deu certo se vê novamente no dia 12 de fevereiro.

Houve ações passadas que estão pesando em sua consciência e automaticamente se voltando contra ela. E agora Samantha tenta ajustar as coisas, mas, no decorrer da história, vai percebendo que sua vida, que pensava ser perfeita, não é tão perfeita assim e começa a questionar quanto de sua vida ela não viveu futilmente, quanto tempo não passou sendo influenciada pelos pensamentos de terceiros e quanto tempo passou ignorando aqueles que sempre viu seu lado bom quando todos optaram por julgá-la.

Veja só, a autora Lauren Oliver usa meios linguísticos que te emocionam e te fazem querer entrar no corpo da personagem para fazer o que tem de ser feito. Eu particularmente amo o desfecho da história, pois não se trata somente de tentar ajustar o que você fez durante toda a sua vida, trata de fazer você perceber como e com quem você a aproveitou.

A autora também envolve temas que fazem bastante parte do nosso cotidiano, é um dos fatores que te faz ficar envolvido com a personagem e com a história. Tem partes do livro que você fala: “Olha, eu penso a mesma coisa” ou “Eu já passei por isso!”.

Você se encontra em um dilema assim como Sam: Será que sua morte realmente foi injusta? Ou o destino poderia ter dado a ela mais uma chance?

Eu acho que depois de lê-lo você passa a ver melhor os valores que esta tal de vida tem e pondera o que a valoriza e o que a degrada.
Um livro de drama, romance, e, por incrível que pareça, engraçado que vai te conquistar do começo ao fim. E para quem se interessou está aqui um trecho do livro para te deixar ainda mais ansioso para ler:

“O que estou querendo dizer é: talvez você possa se dar ao luxo de esperar. Talvez para você haja um amanhã. Talvez para você haja mil amanhãs, ou três mil, ou dez milhões de amanhãs… Tanto tempo, que você pode se nadar nele, deixar rolar e enrolar-se nele, deixá-lo cair como moedas entre os seus dedos. Tanto tempo, que você pode desperdiçá-lo.
Mas, para alguns de nós, há apenas o hoje. E a verdade, afinal, é que nunca se sabe quando chegará sua vez.”

Eu super recomendo este livro, esta é uma boa sugestão de próxima leitura. Antes Que eu Vá de Lauren Oliver. Deixe seu comentário, opinião, sugestão. Para entrar em contato é só enviar um email para culturaproximaleitura@gmail.com.

Compare os preços deste livro clicando aqui
Ou veja o preço na loja de sua preferência:
Cultura Fnac Saraiva
Bruu
Bruu
Especificações Técnicas

Especificações técnicas:

ISBN: 858057059x

ISBN-13: 9788580570595

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Edição:

Ano de Lançamento: 2011

Número de páginas: 368

Editora: Intrínseca

Fonte: Livraria Cultura

Bruu

Bruu

Viciada em leitura, mas apaixonada por números, o ápice da contrariedade. Tem uma queda maior por romances e finais felizes, mas ama as lágrimas que os livros de drama causam. A meta do ano é publicar um livro próprio. A meta da vida é viver e ler, mesmo quando não puder mais.
Bruu

Bruu

Viciada em leitura, mas apaixonada por números, o ápice da contrariedade. Tem uma queda maior por romances e finais felizes, mas ama as lágrimas que os livros de drama causam. A meta do ano é publicar um livro próprio. A meta da vida é viver e ler, mesmo quando não puder mais.

2 comentários em “Antes Que Eu Vá

  • 11 de novembro de 2013 em 21:21
    Permalink

    Caracas! Que demais a história! Fato que vou comprar esse livro! Gente, apaixonei! Obrigado pela dica, Bruna! Sou super fã do blog/site de vocês! <3

    Resposta
  • 24 de agosto de 2015 em 14:32
    Permalink

    Eu amei estte livro. devo admitir que me emocionei com a historia e estou triste que acabou. Obrigado pela sugestão de livro. Vou começar a acompanhar sempre este blog para mais resenhas fantásticas como esta. parabens

    Resposta

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!