Trilogia Jogos Vorazes: Em Chamas – Livro 2

Imagem retirada do site livrariasaraiva.com.br

Atenção: o conteúdo a seguir contém spoilers sobre o primeiro livro.

Já terminou de ler Jogos Vorazes, certo? Em quantos dias? 1 ou 2? É eu sei, é viciante,  e a parte da arena? Muito bom!! Mas não estou aqui para falar sobre o primeiro livro, e sim do segundo: Em Chamas. Nome sugestivo não é? Te lembra de alguma coisa do primeiro, quer dizer, de tudo do primeiro? Eu achei.

Então vamos começar: Depois que eu terminei de ler o primeiro livro eu pensei “muito bom, acabou.” e normalmente quando leio um livro que tem continuação penso:”meu Deus,  qual é o próximo”.

Isso significa que eu adorei o modo como termina o livro, mas se não tivesse continuação eu não veria problema algum. Mas novamente o João abriu meus olhos (*aplausos*) e me incentivou a ler o Em Chamas, e vou te contar que eu acabei gostando mais deste do que do primeiro,  sério. Quer saber por quê?

Agora a Katniss não é só uma garota do Distrito 12, com problemas de fome, frio e pobreza, ela é uma campeã e mora agora em uma das mansões da Vila dos Vitoriosos, junto com seu companheiro Peeta e seu treinador Haymitch,  quem é que não quer uma vida dessas? Apesar de preferir sua antiga casa e recorrer ainda à caça ilegal para ajudar àqueles que necessitam, Kat acha bom o jeito que está vivendo por conta de sua mãe e irmã.

Os vitoriosos do 74° jogos vorazes têm de fazer uma turnê comparecendo em todos os distritos para comemorar e celebrar, acontece que o que Katniss e Peeta fizeram está sendo mais levado em conta do que os dois poderiam esperar, e agora eles estão empenhados a tentar passar a impressão de que aquele ato foi por amor e não uma afronta à Capital e basicamente para o Presidente Snow, se não transpassarem esta ideia seus familiares e amigos correrão perigo.

Acontece que a faísca já foi implantada e os distritos captaram a dica, e agora a situação ficou feia, e mais, a vida daqueles que Katniss e Peeta mais amam está em perigo e ninguém sabe o que fazer.

E quando você pensa que não pode ficar pior o presidente anuncia que na 75° edição dos jogos vorazes, algumas coisa estarão diferentes – é tipo uma edição especial que ocorre de 25 em 25 anos, onde as regras são mudadas -, agora serão selecionados dois vitoriosos de cada distrito que voltarão à arena, e advinha quem vai do Distrito 12? Isso mesmo, nossos protagonistas queridos vão novamente se enfrentar e agora nenhuma fruta mortal fará com que os dois saiam vitoriosos. A competição agora é séria, pois não se trata só de adolescentes inexperientes, trata-se de adultos que mataram antes e que podem matar de novo.

Só um vai sobreviver…Como será que Katniss vai lidar com isso? O Presidente não deixará que dois sobrevivam novamente, quem será que sai dessa vitorioso? Será o fim do casal que a Capital tanto gosta? Que segredos serão revelados? Quantas mortes mais nossos personagens carregarão nas costas?

Só uma coisa para dizer a respeito, amei, e tem tanta emoção do começo até o fim que você só consegue respirar depois que ler a última palavra do livro. Porém neste eu posso dizer que o final te faz muuuuito querer ler o próximo livro, que vamos postar em breve.

Para conferir o post sobre o filme Em Chamas clique aqui.

Obrigada mais uma vez, espero que gostem,

Compare os preços deste livro clicando aqui
Ou veja o preço na loja de sua preferência:
Cultura Fnac Saraiva Submarino
Bruu
Bruu
Especificações Técnicas

Especificações técnicas:

ISBN: 8579800641

ISBN-13: 9788579800641

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Edição:

Ano de Lançamento: 2011

Número de páginas: 416

Editora: Rocco

Fonte: Livraria Cultura

Bruu

Bruu

Viciada em leitura, mas apaixonada por números, o ápice da contrariedade. Tem uma queda maior por romances e finais felizes, mas ama as lágrimas que os livros de drama causam. A meta do ano é publicar um livro próprio. A meta da vida é viver e ler, mesmo quando não puder mais.
Bruu

Bruu

Viciada em leitura, mas apaixonada por números, o ápice da contrariedade. Tem uma queda maior por romances e finais felizes, mas ama as lágrimas que os livros de drama causam. A meta do ano é publicar um livro próprio. A meta da vida é viver e ler, mesmo quando não puder mais.

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!