A Menina que Roubava Livros

Tá querendo assistir no cinema A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak, mas ainda não leu o livro e está pensando “Ah, vou só assistir ao filme e tudo bem!”? Quer um conselho? Leia o livro!! “Ah, mas nem sei se é bom”, então vamos solucionar o seu problema.

Hoje venho aqui para falar sobre este livro. Na verdade, quando ouvi falara sobre ele, quando ainda estava no Ensino Médio, eu não confiei muito, meu professor de história que falou sobre…o.O é para ficar desconfiado, não é mesmo? Mas como ele se mostrou um bom leitor, com muito boas sugestões de livros, bem, eu arrisquei, e adivinha? Amei forever!!!

Vou te falar por que…

Este livro conta a história da pequena Liesel Meminger que, com apenas 10 anos passa por tanta coisa que muitos nunca passaram. Ela se encontra na Alemanha Nazista, um pouco antes e durante da 2º Guerra Mundial. Bem o livro já se mostra diferente porque quem narra a história é ninguém menos do que a Morte, siiimm aquela morte que usa capuz e se veste de preto (pelo o menos é o que sempre mostram os desenhos), e algumas pessoas podem até achar estranho a cronologia do livro, porque de fato é, mas você consegue perceber que, por ser um narrador onisciente, é quase como se fosse um tempo paralelo, quem já leu o livro de Machado de Assis vai entender melhor.

Então, a Morte começa relatando o fato de ter um interesse peculiar pela pobre menina, quando a vê com sua mãe e seu irmão, que está perdendo a vida e mais tarde um pouco é enterrado em um cemitério próximo. durante o enterro, quando Liesel ainda não consegue absorver o fato de seu irmão mais novo morrer sem motivo, acha no chão um livro que caiu do bolso de um coveiro, e como essa é a última lembrança do momento no qual ainda não tinha se separado do irmão, ela se apega ao livro.

Mais tarde, a mãe a leva para adoção, naquela época era bem comum, ou você era levado para a casa de um tio distante ou você iria ser adotado por uma família em condições satisfatórias para sustentar uma criança. Os pais não são exatamente aqueles pais que se possa dizer “Nossa, como são maravilhosos!!”, mas são bons com a garota.

A história vai passando, ela faz amigos, como o Rudy (*-*), e quando encontra alguma chance de roubar livros, ela o faz, assim vai aprendendo a ler, com muito esforço, mas acaba sendo bom, porque aumenta seu desejo de saber da história que os livros contam, o que a faz ter uma visão diferente daqueles que sabem ler.

A menina que roubava livros não só apenas gostava de ler e viajar naqueles mundos dos livros roubados, ela, com sua paciência e voz calma e pacífica, consegue acalmar adultos e crianças em momentos de catástrofes.

Eu gostei do livro, tipo, muito mesmo, achei interessante o modo como a Morte narrava as piores partes do livro – de um jeito tolerante e agradável, como se estivesse contando sobre a Lebre e a Tartaruga -, ainda que tenha passagens fortes, o livro não é “pesado”, sabe? É agradável de se ler. Mas uma vez que eu digo agradável, não quero dizer que seja uma leitura fácil, porque não é meeesmo, há momentos que você fecha o livro e fala, “Vou beber uma água” ou “Vou pegar um ar fresco” ou “Vou ali na igreja agradecer pela a dona da loja da esquina não ser colaboradora do Terceiro Reich”.

Alguns trechos memoráveis:

 “Foi um ano para ficar na história, como 79 ou 1346, para citar apenas alguns. Esqueça a foice, diabos, eu precisava era de uma vassoura ou um rodo. Eu precisava de férias.”

Ou

“Por algum motivo, os homens agonizantes sempre fazem perguntas cujas respostas já sabem. Talvez seja para poderem morrer tendo razão.”

Para quem gosta de livros como o “O Pequeno Príncipe” ou “O Caçador de Pipas” ou “O Menino do Pijama Listrado“, vai amar este aqui.  É uma ótima leitura. Espero que gostem.

“Algumas pessoas passam por sua vida, outros a acompanham até que não lhes seja mais possível, outro estão mais perto do que parecem.”

Críticas, sugestões? Comente aqui….

Compare os preços deste livro clicando aqui
Ou veja o preço na loja de sua preferência:
Cultura Saraiva Submarino
Bruu
Bruu

Especificações Técnicas

Especificações técnicas:

ISBN: 858057451x

ISBN-13: 9788580574517

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Edição:

Ano de Lançamento: 2013

Número de páginas: 480

Editora: Intrínseca

Fonte: Livraria Cultura

Pesquisas recentes:

votaçao a garota q roubava livroa
Bruu

Bruu

Viciada em leitura, mas apaixonada por números, o ápice da contrariedade. Tem uma queda maior por romances e finais felizes, mas ama as lágrimas que os livros de drama causam. A meta do ano é publicar um livro próprio. A meta da vida é viver e ler, mesmo quando não puder mais.
Bruu

Bruu

Viciada em leitura, mas apaixonada por números, o ápice da contrariedade. Tem uma queda maior por romances e finais felizes, mas ama as lágrimas que os livros de drama causam. A meta do ano é publicar um livro próprio. A meta da vida é viver e ler, mesmo quando não puder mais.

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!