O Castelo Animado (ハウルの動く城)

Olá, pessoal. Tudo bem? Como foi o Feriado de Carnaval de vocês?

Não curto o Carnaval em sí, mas aproveitei os dias de folga para participar do CarnaSeinen. (“Um dia conto sobre este evento”)

Bom, trouxe aqui um filme do Diretor Hayao Miyazaki do Studio Ghibli. Do mesmo diretor do filme “A Viagem de Chihiro” (em breve posto sobre este filme que é mais famoso aqui no Brasil). Vamos lá?

Estamos em uma época de guerras entre reinos. Em seu trabalho de enfeitar chapéus, a nossa personagem principal, Sophie, trabalha dia a dia. Porém ela não parece ser feliz. Humilde e simples vive seu dia sem mudança, sem muito interesse em nada.

Um belo dia no seu cantinho de trabalho aparece o Castelo de Howl… Aparece por quê? Ele se movimenta, em pernas e uma forma sem simetria e desengonçado, mas vai que vai…

É um dos traços interessantes das animações do diretor! Ter personagens, lugares e itens que não são nem um pouco comuns.

Bom, Sophie está voltando para sua casa e em seu caminho 2 soldados, aparentemente com más intenções, tentam tomar atitudes não legais. Um herói surge do nada (sempre!). Um jovem loiro e feiticeiro, nosso querido Howl!

Apesar de ela conseguir se livrar de uma confusão, ela acaba se envolvendo em outra bem maior e não humana…

Howl esta sendo perseguido por uns seres estranhos, Sophie é abraçada por Howl e pula, anda e corre no ar para fugir dos seres. Quando Howl encontra um lugar mais seguro, ele a deixa e segue seu rumo. Para Sophie este seria o primeiro e último encontro com ele. Só que não!

Ela volta para casa e logo recebe uma visita. A casa de Sophie é uma lojinha de chapéus do seu pai, e uma senhora gorda e vestida de preto entra. Começa a humilhar os chapéus, lógico que Sophie fica zangada e pede para ela se retirar… A velha se nomeia como a Bruxa do Pântano e ao sair lança um feitiço em que Sophie fica velhinha, impossibilitando de falar sobre si. Uma coisa interessante é que ela sabe que Sophie estava com o Howl. Qual a relação deles?

Voltando! Sophie se olha no espelho e se assusta, tenta manter a calma, mas é quase impossível, né?

O dia amanhece e para não envolver mais pessoas neste grande problema, ela sai escondida de casa a procura da Bruxa do Pântano.

Ela caminha em direção às montanhas… Devido ao seu corpo de velhinha, ela se cansa. Encontra uma vareta, puxa do meio dos arbustos e descobre que é um espantalho com cabeça de nabo.  Ele é um espantalho “vivo” e ao ouvir que a “Senhorinha” Sophie precisava de uma muleta, ele vai e volta com uma. Sophie agradece e comenta que seria legal se tivesse um lugar quentinho para passar a noite, o simpático espantalho vai e volta com o Castelo… Aquele que se mexe… O Castelo de Howl! Foi um sacrifício entrar no castelo, mas ela consegue.

Ao amanhecer Sophie conhece um garotinho, Malks. Esse garotinho simpático, que mora no castelo, usa a magia para se disfarça ao atender a porta. Aliás, esta porta está em 4 lugares diferentes e o controle é feito pelas cores que aparecem na maçaneta e quando toca a campainha. Um dos feitiços de Howl para conseguir se esconder no castelo.

No castelo também vive Calcifer, o demônio do fogo. Ele é quem controla os movimentos do castelo, o fogo da casa, que também esquenta o banho do dono da casa, entre outras coisas. Na verdade o pequeno Calcifer é muito teimoso e só ouve as ordens do Howl, mas depois que ele fecha um “trato” com Sophie, ele ouve o que ela pede ou manda.

É muito engraçado que a Sophie entra na casa e já se acostuma com tudo lá dentro! Mostra o quanto a nossa “velhinha” é de bem com a vida e tem mente aberta, mesmo enfeitiçada…

Lembra que estávamos em época de guerra? Howl é chamado pelos reis de reinos que estão em guerra para dar apoio. Porém, ele tem várias identidades em vários lugares com finalidade de ser livre, sem compromissos ou obrigações. Sem coragem, não quer ir encontrar um dos Reis e pede que Sophie vá ao lugar dele fingindo ser a sua mãe.

Lá no Castelo ela encontra aquela Bruxa vestida de preto, e pede para tirar o feitiço, porém ela não sabe como tirar. Ela também encontra Saliman, que é a feiticeira da Majestade. Saliman diz que Howl foi seu último aprendiz e quer ele de volta, dizendo que ele não tem coração e que se apegou somente aos seus egoísmos. Deve se livrar do demônio (Calcifer) e enfim, Saliman quer Howl…

O que Sophie faz? Diz que tudo aquilo não fazia sentido e não acredita em nenhuma palavra de Saliman…

Enfim!!!! Será que agora Sophie tem uma nova inimiga?! Como Sophie irá se livrar do feitiço que a transformou em velhinha? Qual a relação de Howl com a Bruxa do Pântano? E o espantalho com cabeça de Nabo? Segundo Howl, ele está enfeitiçado também. Será? Por que o demônio do fogo, Calcifer, está preso na casa? Ele disse à Sophie que se ele morrer, Howl morre também. O que isso quer dizer? Será que Howl é considerado um ser que não tem coração? Logo ele não tem sentimentos?

O filme tem detalhes e mais detalhes. Talvez até “brisantes”, mas tudo tem seu propósito e sentido. Obrigada por nos acompanhar! Opinião, sugestão, crítica, dúvida e ideias? Fiquem à vontade!

Lih
Lih

Pesquisas recentes:

filme de princesa para ler, qual a resposta da logica q a velhinha foi pro pantano
Lih
Lih

Últimos posts por Lih (exibir todos)

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!