Trilogia Legend: Prodigy – Livro 2

Imagem retirada do site submarino.com.br
Imagem retirada do site submarino.com.br

Oi pessoal!

Como vocês estão? Fazendo planos para o feriado? Se alguém está pensando em começar a ler algum livro, mas não sabe qual, trago hoje uma dica de Próxima Leitura muito legal. Só tem um porém…é o segundo livro de uma trilogia, então você tem que ter lido o primeiro para entender esse.

Quem não leu o primeiro livro pode aceitá-lo como a dica de hoje, a não ser que você não se importe de em começar pelo segundo. Se estiver curioso pra saber sobre o que se trata, é só clicar aqui pra ler o que nós achamos do primeiro livro. Valeu muito a pena. Se você não leu, #TemQue, porque é muito bom mesmo. Vai ter até filme baseado no livro. O primeiro livro, que deu nome à trilogia, chama-se Legend, mas hoje vamos falar do livro Prodigy: Os Opostos Perto do Caos da autora Marie Lu

AVISO: ESTE POST CONTÉM SPOILERS SOBRE O PRIMEIRO LIVRO. CASO VOCÊ NÂO QUEIRA TER CONHECIMENTOS DESSAS INFORMAÇÕES, NÃO CONTINUE A LER.

Pra começar, vamos relembrar resumidamente o que aconteceu no primeiro livro, Legend. June Iparis encontrou o garoto mais procurado pela República, Day, e o entregou à sua comandante, o que resultou na morte da mãe de Day e a República ainda levou seu irmão mais novo, o Éden, com eles. June acreditava que Day havia matado seu irmão, mas depois descobriu que não era verdade, quem matou Metias foi Thomas. Então June ajuda Day a escapar da sentença de morte que recebeu. Day seria executado e sua morte seria transmitida para todos verem o que acontece com quem se rebela contra a República. Depois de alguns acontecimentos e um acordo com os Patriotas (resumindo muito a história), quem acaba indo pra execução é o irmão de Day, John, e sua morte e transmitida como se fosse a de Day. Como eles eram muito parecidos, muitas pessoas acreditaram que era realmente o Day que estava ali. Os Patriotas ajudaram na fuga de Day e June e eles conseguiram escapar das garras da República.

O segundo livro, Prodigy, é realmente uma continuação do primeiro. Eu sei que isso é óbvio hahaha, mas é como se fosse um simples virar de página. Não teve um tempo muito grande entre as histórias dos livros, não se passaram meses, anos, isso que eu quero dizer. Se as histórias fossem publicadas juntas em um livro só, elas realmente se tornariam uma história contínua, sem um intervalo muito grande nos acontecimentos de um livro para o outro.

June e Day estão vivendo nas ruas, dois refugiados procurados pela República. A morte de Day ainda é uma coisa incerta, pois quem morreu no seu lugar foi John, seu irmão mais velho, mas a República e todas as outras pessoas pensavam que, na verdade, era o Day.

A perna de Day ainda o incomoda muito (consequência de sua captura pela República). Ele e June concordam que ele precisará de uma cirurgia, mas eles não têm dinheiro para bancar uma porque o ferimento parece grave e isso exigiria uma grande quantidade de dinheiro. Day ainda busca respostas que envolvem a captura de seu irmão mais novo, Éden.

Esse casal, apesar de apresentar pessoas tão opostas, pelas suas origens, suas posições na sociedade, suas atitudes e muito mais, divide um sofrimento em comum. Ambos tiveram entes queridos assassinados pelas mãos da República.

Agora eles estão indo encontrar os Patriotas. June não tem muita certeza se essa é a melhor opção. Day já havia recusado várias vezes os convites feitos pelos Patriotas para se aliar a eles. June acha que talvez isso influencie na decisão dos Patriotas sobre ajudar os dois ou não. Mas o que os levou aos Patriotas? Day foi à procura de Tess (ele foi informado que Tess se aliou aos Patriotas depois que ele foi capturado), quer ajuda para encontrar Éden (não se sabe para o que a República o usa e nem onde ele está) e, por último, ele quer que operem sua perna.

O primeiro acordo feito com os Patriotas para ajudar na fuga de Batalla Hall exigiu um pagamento bem considerável. June entregou toda a recompensa que ganhou com a captura de Day, 200.000 Notas da República, detalhe que esse dinheiro todo foi para apenas ajudar em uma fuga, imagina o quanto eles iriam cobrar para os favores que Day quer. Agora eles praticamente não têm dinheiro. June não pegou nada antes de fugir e Day não tem de onde tirar dinheiro.

No caminho para encontrar os Patriotas uma notícia é divulgada nos telões da cidade. Anden, o filho do Primeiro Eleitor, diz que agora ele se tornou o novo Primeiro Eleitor, que todos os retratos que os moradores têm em suas casas devem ser substituídos pelo retrato no novo Primeiro Eleitor. Isso só pode significar uma coisa: se Anden vai substituí-lo, o Primeiro Eleitor morreu.

Eles acabam encontrando os Patriotas e dizem a eles o motivo que os levou até lá. Razor, que é o chefe dos Patriotas, ouve tudo o que eles querem e diz que isso exigiria um pagamento muito alto. Eles confessam que não têm dinheiro algum. Então Razor dá uma opção para os dois: ele se coloca a disposição para contratar um doutor para operar a perna de Day, coisa muito profissional, operação utilizada em soldados da República, e também diz que vai ajudar Day a descobrir onde seu irmãzinho está e libertá-lo das garras da República. Mas há uma condição. Razor não vai revelar qual é a condição se eles não aceitarem, se eles não jurarem lealdade aos Patriotas. Vendo que não há mais nenhuma opção, June aceita quase de cara, Day não tem outra escolha senão aceitar também. Então Razor revela qual era a condição: June e Day terão que ajudar no assassinato do novo Primeiro Eleitor.

Day reencontra Tess. Ela realmente se aliou aos Patriotas. Kaede também está lá. Ele fica contente com a possibilidade de assassinar um dos responsáveis, se não o principal responsável, pelo governo que causou a morte de seus pais. June, como sempre, está considerando vários fatores que Day não está, ela tem algumas suspeitas. Até então, o combinado dos dois é ajudar os Patriotas, resgatar Éden e fugir para as Colônias, Day quer que Tess vá junto com eles.

Os Patriotas já têm um plano e agora contam com a ajuda de Day e June. O garoto que a República não consegue silenciar e a garota prodígio. Em pouco tempo toda a população fica sabendo que Day está vivo. Uma revolução está prestes a começar. A morte do Primeiro Eleitor é o primeiro passo para a República começar a perder seu poder e controle sobre a população.

Só que June e Day ainda vão se surpreender com muitas coisas pelo caminho, eles vão passar por momentos difíceis, terão que fazer escolhas difíceis e o relacionamento deles também passará por provas, como que pra mostrar se resiste aos problemas que virão. Muitas verdades serão ditas entres os dois, verdades sobre assuntos do primeiro livro também serão reveladas e, como acontece em todas as guerras, vidas serão perdidas.

Será que o novo Primeiro Eleitor será morto? Day conseguirá encontrar Éden? O que será que estão fazendo com seu irmãozinho? Será que conheceremos as Colônias nesse livro ou ficará para o terceiro? Será que a guerra entre a República e as Colônias vai finalmente acabar e os Estados Unidos voltarão a ser o que eram? Como ficarão June e Day no fim de toda essa situação?

Espero que vocês tenham gostado pessoal. Prodigy é um livro muito bom e eu o considero melhor que o primeiro. Se Legend já é um #TemQue, Prodigy então…a única coisa que deixa a desejar, mas que não é da história (e, sim, da editora), é que o livro contém muitos erros de português. Sei que um erro ou outro pode passar assim, sem querer, mas eu acho que tem uma quantidade considerável de palavras erradas. Não desmereço o trabalho da Editora Prumo porque o resto está tudo perfeito, é apenas isso mesmo, os erros de português. Legend e Prodigy têm uma apresentação muito bacana, você consegue diferenciá-los facilmente pelas páginas, que são todas estilizadas, meio que borradas nos cantos, e do primeiro para o segundo livro esse ‘borrado’ deu uma clareada, é legal. Resumindo, Marie Lu está de parabéns pela história e a editora precisa dar uma revisada no texto pra uma próxima publicação.

Obrigado pela atenção e até o próximo post!

Abraço, pessoal!

Compare os preços deste livro clicando aqui
Ou veja o preço na loja de sua preferência:
Cultura Saraiva Submarino
JP
JP

Especificações técnicas:

ISBN: 8579272904

ISBN-13: 9788579272905

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Edição:

Ano de Lançamento: 2013

Número de páginas: 304

Editora: Prumo

Fonte: Livraria Cultura

Pesquisas recentes:

Champion livro final day morre?, Day morre no final de champion?, quem matou metias ? legend
JP

JP

Fascinado pelo Mundo de Magia e Bruxaria criado por J.K. Rowling e louco pelos romances policiais de Harlan Coben, JP está realizando seu sonho de criar sua própria biblioteca em casa e agora sonha em publicar um de seus vários projetos já iniciados. É apaixonado por livros e deseja passar essa paixão adiante, tocando as pessoas com sinceridade, diversão e cultura.
JP

Últimos posts por JP (exibir todos)

JP

Fascinado pelo Mundo de Magia e Bruxaria criado por J.K. Rowling e louco pelos romances policiais de Harlan Coben, JP está realizando seu sonho de criar sua própria biblioteca em casa e agora sonha em publicar um de seus vários projetos já iniciados. É apaixonado por livros e deseja passar essa paixão adiante, tocando as pessoas com sinceridade, diversão e cultura.

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!