Trilogia Divergente: Divergente (filme)

Imagem retirada do site cinemadetalhado.com.br
Imagem retirada do site cinemadetalhado.com.br

Oi pessoal

Algum fã da Trilogia Divergente? Quem aí já leu o primeiro livro, Divergente? Já assistiu ao filme? Eu fui assistir ontem e vou contar um pouquinho o que eu achei. Era um dos filmes mais esperados, pelo menos pra mim.

AVISO: ESTE POST CONTÉM SPOILERS DO LIVRO DIVERGENTE, CASO VOCÊ NÃO QUEIRA TER CONHECIMENTO DESSAS INFORMAÇÕES, NÃO CONTINUE A LER.

Acho que não tem outra forma de começar a falar do filme sem que eu conte o que passou pela minha cabeça durante o filme e quando eu saí. Eu pensei “Acho que esse filme passa bem o que é uma ADAPTAÇÃO de um livro para o cinema” e isso não é uma crítica. Sabemos que nem tudo o que lemos nos livros estará na tela grande.

Como já aconteceu com outras adaptações, o filme Divergente também me fez ver mais claramente algumas partes do livro que, pra mim, ficaram um pouco no ar. Eu amei o livro e ver todos aqueles personagens ganhando vida é maravilhoso, mas vamos aos fatos.

Apesar de a Abnegação ter sido muito bem representada, algumas “regras” dessa facção não foram seguidas, como, por exemplo, falar na mesa do jantar sem que os pais façam uma pergunta direta, que é uma coisa rara. No começo da cena o pai faz uma pergunta para Beatrice (ta, tudo bem, então esse foi o momento raro talvez) e ela pergunta “quem?” “por quê?”, que não é uma característica da Abnegação.

O que também me chamou atenção foi que, no livro, os pais de Beatrice (que ainda não tinha se tornado Tris) não sabiam que ela tinha saído mais cedo do teste. No livro, a mãe de Beatrice fica sabendo de uma pessoa que teve que voltar cedo pra casa porque o teste deu errado e o resultado teve que ser transmitido de forma oral. Então logo no começo do filme já se percebe que coisas foram mudadas. A narração do começo acho que ficou legal para explicar as coisas.

O que me decepcionou um pouquinho foi a iniciação da Audácia. Assim, o que foi representado ficou lindo, mas deixaram de colocar partes que, eu acho, dariam mais adrenalina, mais “medo” (sabe aquela cena que faz seu coração bater mais forte?). Por exemplo, logo no começo da iniciação, os iniciandos devem entrar em um trem em movimento, no livro, há um garoto que fica pra trás, ou seja, ele já se tornou um sem-facção. Isso não acontece no filme. Na segunda parte, onde os iniciandos têm que pular do trem para um telhado, no livro, uma garota morre ao saltar, pois não consegue chegar ao telhado. O que mais se aproximou a este acontecimento no filme foi um garoto que ficou pendurado no telhado, segurando-se para não cair. Acho que essas coisas seriam legais se tivessem sido mostradas.

Vou citar só mais algumas (não todas) mudanças e coisas que eu notei que faltaram ou que acrescentaram. Um encontro com Jeanine Matthews foi adicionado antes Cerimônia de Escolha. Não sei se ficou claro que a Christina e o Will estavam namorando, eu acho que não ficou e esse é um fato importante para a história, eu penso assim, posso estar errado. A mãe da Tris meio que “invade” o complexo da Audácia ao invés de ir visitá-la no Dia da Visita (o qual não existe no filme). A forma como a mãe da Tris a encontra e a salva também foi diferente. A cena em que o Edward leva uma facada no olho não aconteceu (meu! Como assim tiraram essa cena?!?!), você mal nota que o Edward está ali no filme. Não sei se fica claro que ele não fica na Audácia. Teria que ter a cena da facada no olho pra mostrar o que causou a partida dele junto com Myra (que também nem é citada). Enfim, senti muita falta de muitos personagens, como Uriah, Marlene, Zeke, Shauna, Cara…cortaram muitas cenas que eu queria muito ver e colocaram outras também, citei só algumas, mas tem muito mais. Muito provavelmente essas cenas que eu queria ver foram retiradas pra diminuir a classificação indicativa do filme, não vejo outro motivo. Prefiro que os roteiristas sejam fiéis ao livro e aumentem a classificação indicativa do filme a retirarem tantas cenas legais assim.

Mas falando de coisa boa. Adorei os cenários, a forma como os membros da Audácia foram representados. As roupas características das facções também foram muito boas. Gostei muito dos membros da Audácia saltando do trem pra Cerimônia de Escolha, a chegada deles foi muito legal. Pensei que a Audácia poderia ser representada de uma forma melhor, o Fosso e todo o ambiente, mas até que ficou bom. Quem sou eu pra falar né? Só estou comparando com o que eu imaginei lendo o livro. Eu li o livro em 2012 e não reli para o filme, eu poderia avaliar melhor se tivesse lido novamente, mas se sem ter lido já pensei assim…

Como um resultado geral, o filme é muito bom, muito bom mesmo e a trilha sonora também é maravilhosa. Mas é aquilo, quem lê o livro antes, sempre fica um pouco assim com o filme né? Teve uma pessoa que me falou que nem vai ler o livro pra não se decepcionar. Vai de cada um né? Se fosse pra dar uma nota de fidelidade ao livro, eu daria uns 6 eu acho e se fosse pra dar uma nota para o filme, se ele passa o que o livro também quer passar, eu daria uns 9. Apesar de não ter sido tão fiel ao livro o quanto eu gostaria, o filme representou bem o que o livro queria passar.

Essa é minha opinião sobre o filem pessoal, pode ser que alguém que leu o livro tenha gostado do filme do jeito que está. Eu acho que poderia ter sido algo melhor. Mas mesmo assim eu adorei o filme. E vocês? O que acharam? Contem pra nós! Quem não leu o livro, vai ler?

Responda nossas enquetes sobre o filme e livro:

Sobre o filme e livro: clique aqui

Sobre o filme: clique aqui

Trailer do filme:

Obrigado por nos acompanharem e até o próximo post pessoal!

Bom feriado e Feliz Páscoa!

Nossas redes sociais:

Página no facebook: https://www.facebook.com/culturaproximaleitura

Grupo no facebook: https://www.facebook.com/groups/culturaproximaleitura/

Twitter: https://twitter.com/cultproxleitura

Instagram: http://instagram.com/culturaeproximaleitura

JP
JP

Pesquisas recentes:

trilogia divergente filmes, no filme Divergente Qual o menino que morre
JP

JP

Fascinado pelo Mundo de Magia e Bruxaria criado por J.K. Rowling e louco pelos romances policiais de Harlan Coben, JP está realizando seu sonho de criar sua própria biblioteca em casa e agora sonha em publicar um de seus vários projetos já iniciados. É apaixonado por livros e deseja passar essa paixão adiante, tocando as pessoas com sinceridade, diversão e cultura.
JP

Últimos posts por JP (exibir todos)

JP

Fascinado pelo Mundo de Magia e Bruxaria criado por J.K. Rowling e louco pelos romances policiais de Harlan Coben, JP está realizando seu sonho de criar sua própria biblioteca em casa e agora sonha em publicar um de seus vários projetos já iniciados. É apaixonado por livros e deseja passar essa paixão adiante, tocando as pessoas com sinceridade, diversão e cultura.

2 comentários em “Trilogia Divergente: Divergente (filme)

  • 20 de Abril de 2014 em 03:50
    Permalink

    Olá, li o livro em fevereiro/2014 e assisti ao filme na estréia. Fiquei na dúvida no inicio se havia realmente gostado do filme e minha conclusão final foi não. Não gostei, poderia ter sido muito melhor. Baseando-me no livro e na minha imaginação muita coisa poderia ser diferente e muitas coisas não foram expostas. Então, espero não ofender ninguém, mas tinha tudo para ser um filme eletrizante.

    Resposta
    • 20 de Abril de 2014 em 09:54
      Permalink

      É uma pena né? Também acho que poderia ter sido muito melhor. Espero que eles melhorem isso no Insurgente.
      Obrigado pelo comentário!

      Resposta

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!