Chá de Sumiço

Imagem retirada do site submarino.com.br
Imagem retirada do site submarino.com.br

O que você faria se a sua vida virasse de cabeça pra baixo e você se visse sem rumo?

O quinto, e último livro da série sobre a família Walsh, chama-se “Chá de Sumiço” e fala sobre a filha caçula dos Walsh, Helen. Essa é, de longe, a minha personagem preferida. Em todos os livros da série ela tem alguma, mesmo que pequena, participação; afinal, todas as irmãs passam um tempo na casa dos pais e Helen, até então, mora com eles. Helen é retratada como sendo a mais bonita das irmãs, bastante namoradeira e possui um gênio muito forte; ela possui uma língua afiadíssima e, algo que não combina muito com isso, ela não possui filtro algum! Ela fala o que está pensando e nem sempre é algo que as pessoas querem ouvir, e eu, particularmente, gosto bastante disso (não me julguem “/).

Como é de se esperar de uma personagem com esse perfil, Helen não trabalha com algo comum de se encontrar. Ela é uma detetive! Mas calma, antes de irem imaginando (como eu fiz) que ela participa de investigações ultra secretas de caráter nacional em busca de provas para incriminar bandidos procurados internacionalmente, ou acharem que ela possui algum tipo de treinamento ministrado por agentes da CIA (nem sei se a CIA faz esse tipo de treinamento, mas fala isso pra minha imaginação!), já devo lhes dizer que não é nada disso (infelizmente, eu sei “/). Na verdade, ela começou sua carreira trabalhando em uma empresa que tinha como maior demanda ir às empresas e certificar-se que os telefones não estavam grampeados (Tédio total!!); como você deve ter deduzido, Helen não ficou muito tempo nesse emprego… assim que teve condição, ela abriu o seu próprio escritório e se tornou autônoma. Seus casos eram basicamente conseguir provas de maridos sendo infiéis e construir árvores genealógicas (nada muito glamuroso ou cheio de aventuras).

Bom, sabendo um pouco sobre a personalidade de Helen e sobre o seu ganha pão, posso começar a contar um pouco sobre a história do livro.

Nesse momento Helen está namorando com um policial chamado Artie; apesar de ser totalmente o oposto de Helen, eles se dão muito bem! Ele tem 3 filhos do antigo casamento – Iona, Bruno e Bella – e vive pacificamente com a ex-mulher. Toda a família (inclusive a ex-mulher de Artie), menos Bruno, se entende muito bem com Helen e a inclui em todas as atividades familiares.

Nessa altura, Helen já saiu da casa dos pais e comprou seu próprio apartamento (quer dizer, ainda não pagou todas as parcelas, mas ela está trabalhando pra isso!). Tudo está indo muito bem em sua vida; trabalho, família, vida amorosa, até que tudo vira de cabeça para baixo.

A Irlanda passa por uma crise financeira e a clientela de Helen totaliza a grande somatória de 0! Sem clientes = sem dinheiro; por isso, ela não consegue pagar nenhuma de suas dívidas e acaba tendo seus bens confiscados pela empresa de cartão de crédito, incluindo o seu tão adorado apartamento! Isso a deixa devastada; ter que voltar para casa de seus pais definitivamente não estava em seus planos (e muito menos no deles – e eles deixam bem claro isso!). Devido toda essa situação ela acaba entrando em depressão. Mas a depressão dela não é a do tipo que ouvimos falar; ela não fica inerte na cama sem vontade de fazer absolutamente nada, muito pelo contrário! Ela não quer ficar parada e nem deixar a cabeça desocupada, porque são nesses momentos que ela percebe o quão sério é o seu problema. Em todo momento ela deseja que algo de ruim aconteça com ela para culminar em sua morte e, além disso, ela não consegue dormir direito, não faz uma refeição decente a meses e se entope de antidepressivos.

Durante esse momento conturbado de sua vida, nada mais poderia tornar a situação mais difícil, certo? ERRADO! Bem quando ela menos espera, a última pessoa que ela gostaria de ver reaparece em sua vida: seu charmoso ex-namorado, Jay Parker!

Para vocês terem uma ideia de como ela não queria o ver, apresento a tão mencionada no livro: a lista da pá. Essa lista consiste em todas as coisas que ela detesta ao ponto de sentir vontade de destruí-las ou, se possível, bater na cara delas com uma pá! (Digamos que a lista é beeeem extensa). E quem será que está no topo? Não, não é Jay Parker! Segundo ela, ele já saiu da lista da pá há muito tempo, porque nessa lista só entra as coisas que eram importantes e ele não significa absolutamente mais nada pra ela. Por que será que ela tem esse ódio todo por ele? (Há! Não vou falar aqui!! Terão que ler o livro para saber !!)

Após algumas tentativas de ignorá-lo, ela percebe que isso não será possível, então ela decide finalmente ver o que ele quer. Jay traz para Helen um caso que, segundo ele, só ela poderia solucioná-lo: encontrar um dos integrantes de uma antiga boy band irlandesa, que fez muito sucesso, a Laddz. Bom, mas que raios Jay Parker têm a ver com a banda Laddz? Ele é o mais novo agente da banda (chique não?). Na verdade, a banda já não se encontrava a uns 10 anos… eles eram muito famosos entre as meninas quando eram mais jovens, mas cada um seguiu seu caminho, e agora eles irão realizar um show em que quase todos os ex-integrantes da banda se reunirão para uma performance para os seus antigos fãs (e para ganhar uma nota preta, é claro!). Mas nem tudo está caminhando conforme havia sido planejado; uma semana antes do primeiro show da banda, um dos integrantes, Wayne Diffney, desaparece do mapa e todos estão desesperados atrás dele (não só preocupados com o seu bem estar, mas também com o fato de que se ele não aparecer não haverá show algum e, consequentemente, grana nenhuma).

Esse caso não poderia ter vindo em melhor hora para Helen, pois assim ela consegue distrair sua cabeça e fugir dos pensamentos que tanto a atormentam. O único porém nessa história toda, é ter que passar uma considerável quantidade de tempo com Jay Parker, algo que ela não desejava nem remotamente.

Eu gostei bastante da leitura, até porque eu me identifico bastante com a forma de pensar de Helen (apesar de não concordar com algumas coisas). O livro é grande, devo confessar, mas a história vale a pena. Agora para descobrir se Helen consegue desvendar o caso Wayne, se o seu relacionamento com o compreensivo Artie sobrevive após a constante presença de Jay Parker em sua vida e se ela conseguirá superar a depressão e recuperar seu antigo estilo de vida, só lendo o livro mesmo para saber ;)

Bom, a série sobre a família Walsh chegou ao fim. Espero que esse pouco que passamos tenha despertado em vocês a vontade de ler os livros! Até os próximos posts!!

Compare os preços deste livro clicando aqui.
Ou veja o preço na loja de sua preferência:
Cultura Saraiva Submarino 
Carol
Carol

Especificações técnicas:

ISBN: 8528618382

ISBN-13: 9788528618389

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Edição: 1ª

Ano de Lançamento: 2013

Número de páginas: 644

Editora: Bertrand Brasil

Fonte: Livraria Cultura

Pesquisas recentes:

cha de sumiço, Cha de sumiço ebook me

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!