Meu Amigo Totoro

Imagem retirada do site livrariacultura.com.br
Imagem retirada do site livrariacultura.com.br

Olá Pessoal, tudo bem?

Fim de semana passado assisti a uma animação que fez parte da minha infância. A música, a cena do filme, e sim… o fofo Totoro! Talvez nem todos achem isso, mas… 

Mais uma obra do Hayao Miyazaki, o mesmo diretor do “O Castelo Animado”. Para conferir o post sobre o filme, clique aqui.

Tonari no Totoro – となりのトトロ (título português: Meu Amigo Totoro)

A história começa quando a família Kusakabe está se mudando. Eles estão bem no interior da cidade, onde predomina o verde do campo, montanhas e plantações familiares.

É muito legal que, a caminho do novo lar, o Pai das irmãs Mei e Satsuki vai cumprimentando os novos vizinhos.

Chegando na nova casa… Bom, não nova, mas bem velha, que será o novo lar da família, há uma árvore gigantesca logo ao lado. Mais tarde o Pai das meninas conta que um dos motivos pela escolha desta casa fora aquela árvore. 

As irmãs são mega animadas, sempre dando gargalhadas e rindo de tudo. Ao ver a casa elas gritam que ela é mal assombrada, mas não com medo, elas gritam, correm com tanta alegria que chega a ser engraçado. O pai delas também é muito bonzinho e participativo dizendo que sempre queria morar em uma casa mal assombrada.

Parece uma família doida né? Mas assistindo dá para perceber que é de bem com a vida e muito feliz! No filme não diz de onde eles vieram, mas eu acho que a mudança foi para estar um pouco mais próximo de onde a Mamãe está internada…

A Mamãe da Satsuki e da Mei está doente e internada em um hospital que fica em uma cidade próxima. Após terem feito uma faxina na casa, os 3 vão de bicicleta ao encontro da Mãe. 

No próximo dia a Satsuki vai para a escola e a Mei tem de ficar em casa junto com o Pai, que trabalha em casa. Não sei bem qual é a profissão do Pai das meninas, somente se fala que ele trabalha em uma universidade. 

A Mei fica brincando sozinha no quintal, só que esse quintal não tem um limite, já que a casa é no meio do campo. 

Bom, e do nada ela acaba avistando um ser branquinho meio invisível parecido com coelho e começa a seguí-lo. 

Imagem retirada do site abilliontastesandtunes.blogspot.com.br
Imagem retirada do site abilliontastesandtunes.blogspot.com.br

Esse “possível coelho” corre e entra na parte inferior da casa para se esconder. Mas quando sai da casa, ele está acompanhado com mais um “possível coelho” só que na cor azul. (gif ao lado!) 

Mei, que é uma menina curiosa, sai correndo atrás dos seres “mágicos” que ficam invisíveis, mas logo reaparecem. Ela chega então ao pé da árvore gigantesca, que tem arbustos ao seu redor. Como Mei é pequena, ela consegue entrar no túnel facilmente para seguir os seres “mágicos”. Ao chegar no tronco da árvore, ela acaba caindo em um buraco… (aqui minha mãe até deu um grito de susto quando assistiu comigo hahahaha).

Bom… ela cai em cima de um ser redondo e macio que está dormindo. Depois de dar uns gritos para ele despertar, ela pergunta qual é o nome dele. 

Imagem retirada do site abilliontastesandtunes.blogspot.com.br
Imagem retirada do site abilliontastesandtunes.blogspot.com.br

A coisa gigante diz “TO-RO-RU” (que vem do inglês, troll), mas a Mei ouve como TO-TO-RO… Ela dá gargalhadas e fica feliz por conhecer um novo amigo e em nenhum momento fica com medo. Até que acaba pegando no sono em cima dele.

Mais tarde, quando a Satsuki chega da escola e percebe que a Mei não está em nenhum lugar, corre a procura dela junto com o Pai, que até então estava no seu escritório trabalhando…

Correndo ao redor da casa, Satsuki chega à entrada do túnel que a Mei entrou e encontra o chapéu da sua irmã. Satsuki entra no túnel e encontra a Mei dormindo em um lugar mais espaçoso dentro do túnel.

Quando a Mei acorda, ela conta quem ela conheceu e quer mostrar a eles o seu novo gigantesco amigo Totoro, mas não consegue pois o caminho que ela percorreu mais cedo não é o mesmo e não tinha mais buraco no tronco da arvore.

O Pai e a Satsuki acreditam no que a Mei disse e o Pai diz que o Totoro aparecerá a qualquer momento e ainda abaixa a cabeça em direção ao túnel, agradecendo-o por ter cuidado da Mei.

Chega um outro dia que o Pai delas tem que ir para a faculdade na cidade. À tarde, mais ou menos no horário que o Pai vai voltar, começa a chover. A Satsuki decidi ir até o ponto de ônibus para levar um guarda-chuva para seu pai.

Bom, ele não chega na hora prevista, vai ficando tarde e a Mei vai ficando com sono. Satsuki, que é uma irmã muito atenciosa, carregou-a nas costas. Até que um “ser” chega ao lado dela no ponto de ônibus… TOTORO! 

Imagem retirada do site abilliontastesandtunes.blogspot.com.br
Imagem retirada do site abilliontastesandtunes.blogspot.com.br

A Satsuki percebe que ele está somente com uma folhinha na cabeça para se proteger da chuva, e lhe oferece o guarda-chuva do seu Pai. Ele segura, e ao ouvir o som da gota da água batendo no guarda-chuva, abre aquele sorriso e simplesmente não larga mais o guarda-chuva… chega a ser o símbolo dele! hahaha

Imagem retirada do site petmag.com.br
Imagem retirada do site petmag.com.br

Bom, o que o Totoro está fazendo no ponto de ônibus? Ele iria para algum lugar, certo? Certo. Só que o meio de transporte que ele vai usar é um pouco diferente do que estamos acostumados. O meio de transporte é um…hummm… Gato-ônibus. Difícil imaginar né? Pra descrever também, então vai uma imagem pra ajudar xD

Logo após o Totoro partir, o Pai chega e então a alegria da Satsuki explode contando ao Pai como foi o encontro com o Totoro! 

Imagem retirada do site abilliontastesandtunes.blogspot.com.br
Imagem retirada do site abilliontastesandtunes.blogspot.com.br

Há um outro momento no filme em que a turma do Totoro aparece para as irmãs e fazem essa dancinha ao lado… hahaha

Um dia a família recebe a notícia que a Mamãe terá a oportunidade de voltar para casa por um fim de semana. E mais do que nunca, as meninas ficam radiantes! 

Porém… perto do grande final de semana, uma notícia do hospital em que a Mamãe está internada chega até elas… Não posso contar o que está escrito… mas a nossa fofíssima Mei não aceita o comunicado e acaba se perdendo quando vai sozinha entregar o milho que colheu naquele dia para sua Mamãezinha…

Satsuki, mesmo sendo a irmã mais velha, é dominada pelo medo de perder a querida Mãe e também pelo desaparecimento de sua irmãzinha… Só posso lhes dizer que elas receberão uma enorme ajuda… de seres mais que mágicos!

Aqui esta o Trailer em inglês! 

Sabia que o Totoro fez muito sucesso a ponto de se tornar o mascote do Studio Ghibli? Legal né? Com esses dias de chuva lembrei muito do filme hahaha.

Obrigada por nos acompanhar!

Opinião, sugestão, crítica, dúvida e ideias? Por favor, fiquem à vontade!

Beijos e um bom final de semana a todos! 

Lih*

Infelizmente o filme somente está disponível em box. 
Contendo: Meu amigo Totoro (Tonari no Totoro) – 1988;
Princesa Mononoke (Mononoke-hime) – 1998; e
Nausicaä do vale do vento (Kaze no Tani no Naushika) – 1984.
Para conferir é só clicar na imagem abaixo (Cultura):
Cultura
Lih
Lih

 

Pesquisas recentes:

imagens da turma do totoro, meu vizinho totoro capa, totoro imagem
Lih
Lih

Últimos posts por Lih (exibir todos)

2 comentários em “Meu Amigo Totoro

  • 6 de outubro de 2014 em 01:56
    Permalink

    Só com as gifs já dá pra dar boas risadas. Adoro essa criatividade dos japoneses pra dar vida a criaturas fantásticas, como esse gato-ônibus!

    Resposta
  • 27 de outubro de 2014 em 01:03
    Permalink

    Olá Geová! Primeiramente gostaria de pedir desculpas pela demora!
    Muito Obrigada pelo seu comentário!
    Sim! Tenho a mesma opinião que você em relação aos personagens mega criativos!
    Fico muito feliz que gostou dos gifs! Dei risada com eles também!! hahha
    Muito Obrigada!

    Resposta

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!