Branca dos Mortos e os Sete Zumbis e Outros Contos Macabros

Resenha Branca dos Mortos e os Sete Zumbis e Outros Contos Macabros Fabio Yabu Livro CapaOi, pessoal! Tudo bem?

Antes de mais nada, gostaria de dizer que hoje, 29 de outubro, o blog CPL está comemorando oficialmente um ano de existência! Eeee! Hahaha. Deixo aqui meu muito obrigado pra todo mundo que nos acompanha, que visita nosso blog, que faz os comentários pra lá de bacanas e que traz sugestões sempre muito criativas que nos fazem melhorar sempre. Obrigado por acompanhar nosso blog! E obrigado Bruna, Lilian e Carol por fazerem parte do CPL e acreditarem sempre que tudo o que a gente quer é possível. Obrigado!!!

Agradecimentos e comemorações à parte, vamos falar sobre o livro de hoje. Como o Halloween é agora dia 31, resolvi falar sobre um livro que trata um pouquinho desse mundo sombrio, com mistério, monstros e criaturas assustadoras. Vamos falar hoje sobre o livro Branca dos Mortos e os Sete Zumbis e Outros Contos Macabros.

Acredito que todos conhecem a Branca de Neve e os Sete Anões, Cinderela, Bela Adormecida e outros contos de fadas assim. Esse livro traz histórias como essas, só que contadas de uma forma mais sombria, sangrenta e com um fim totalmente diferente do que conhecemos. Os contos do livro são:

Resenha Branca dos Mortos e os Sete Zumbis e Outros Contos Macabros Fabio Yabu Capa Livro-Branca dos Mortos e os Sete Zumbis

-João, Maria e os Outros

-Os Três Lobinhos

-A Vendedora de Fósforos e o Vingador

-Cindehella e o Sapatinho Infernal

-A Confissão

-Bela Incorrupta

-O Monstro

-O Cemitério

-Samarapunzel

-O Fim de Quase Todas as Coisas

Não vou falar de todos porque isso deixaria o post muito longo, mas posso contar alguns em outros posts caso vocês queiram, mas hoje vou falar um pouquinho sobre a Branca dos Mortos e os Sete Zumbis.

Uma rainha queria muito engravidar, ela tentou muitas coisas, comeu raízes e flores exóticas, bebeu vários tipos de chá e chegou até a beber urina de animais (pois é). Percebendo que não havia jeito, que nada funcionava, ela foi buscar a última opção: a bruxa que morava na floresta proibida. Diziam que a floresta era cheia de monstros, almas penadas, criaturas assustadoras, animais com uma estranha perfuração no crânio, ninguém sabia o que fazia isso, era um grande mistério. Poucos se arriscavam a entrar naquele lugar, mas a vontade da rainha de engravidar era muito grande.

Quando fez o seu pedido para a bruxa, esta pediu que a rainha buscasse os ingredientes necessários para a magia: sangue do período mensal da rainha, penas de um corvo e olhos de um defunto do cemitério. Para esse último ingrediente tinha uma regra a mais, os olhos deveriam ser colhidos às 3 horas da madrugada, nem um pouco mais tarde, nem um pouco mais cedo.

A rainha fez direitinho o que tinha que fazer e levou os ingredientes para a bruxa, que colocou tudo num caldeirão com água e com a própria urina. O resultado foi um líquido negro, que foi tomado pela rainha. As novas instruções agora eram: ficar com o líquido na barriga até se deitar com o rei no momento em que a lua cheia estiver mais alta, caso contrário o feitiço não funcionaria. A bruxa cobraria seu preço quando a criança nascesse.

Tudo feito corretamente, a rainha engravidou, mas logo alguns problemas apareceram: febres, convulsões, a língua retorcendo como se estivesse sendo puxada… Os médicos não sabiam explicar a doença da rainha, então ela confessou como conseguiu engravidar.

A rainha sofreu por 12 semanas. Na 13ª semana todo o sofrimento acabou e a gravidez seguiu normalmente. A criança nasceu perfeita, ao invés de uma abominação disforme, como era o plano da bruxa. A menina recebeu o nome de Branca, pois tinha a pele branca como os olhos de um defunto.

A bruxa, que a rejuvenescia a cada dia e agora estava se transformando em uma linda mulher, sentiu-se traída e no Dia de Oferenda entregou uma maçã envenenada para a rainha, que morreu assim que deu a primeira mordida.

A morte da rainha se transformou em fofoca, depois em lenda e, por fim, mau agouro. O rei lembrou que a menina que nascera era fruto de magia negra, então culpou a pobre Branca pela morte da rainha. Após isso, Branca começou a ser tratada pior do que os prisioneiros do calabouço e recebia ordens até dos escravos.

O rei se casou novamente com uma linda mulher. Mal sabia ele quem realmente era aquela mulher. Um dia o rei presenteou a mulher com um espelho mágico, que poderia ser usado para um bom propósito, mas era utilizado para descobrir inutilidades, bisbilhotar a vida alheia ou alimentar o próprio ego.

Todos os dias de manhã a nova mulher do rei perguntava ao espelho: “Espelho, espelho meu, quem é mais bela do que eu?”.  E o espelho respondia: “És de todas a mais bela!”. Foi assim até que Branca começou a crescer e foi ficando cada vez mais linda. Um dia o espelho respondeu a mesma pergunta da seguinte forma: “Ainda és muito bela, mas há alguém cuja beleza superou a vossa. Ela tem os lábios vermelhos como sangue, os cabelos negros como as penas de um corvo e a pele branca como os olhos de um defunto”. O espelho falava de Branca.

A nova rainha pediu que um caçador levasse a garota para bem longe e trouxesse apenas o coração dela como prova de que havia matado Branca. O caçador não conseguiu matar Branca e disse para ela fugir. Branca correu para a floresta proibida e lá descobriu uma casa com sete caminhas.

A rainha ficou sabendo que o caçador havia falhado na sua tarefa e decidiu que ela mesma colocaria um fim nisso tudo. Então foi atrás de Branca na floresta proibida. E aí segredos foram revelados, a máscara da nova rainha caiu, e conhecemos sete criaturas que foram descritas dessa forma: “Ao centro, o que parecia ser o líder carregava uma picareta manchada de sangue, cuja ponta ele esfregava cinicamente no chão. O segundo era como um cão raivoso, com a boca espumante. O terceiro era um catarrento que intercalava seus grunhidos com incontroláveis espirros que espalhavam catarro ensanguentado por onde ele passava. O quarto parecia um chacal, cujo riso realçava as bochechas rasgadas que deixavam à mostra seus dentes podres. O quinto parecia uma espécie de sonâmbulo, com os olhos fechados, as mãos para a frente e o pescoço quebrado, caído para o lado. O sexto talvez fosse o mais perturbador de todos, um depravado que andava balançando o quadril, enquanto ria e se insunuava tal qual uma macaca no cio. E o sétimo era um linguarudo com a mais horrível das mutilações: sem a mandíbula, sua língua ficava pendurada para fora, balançando como os testículos de um búfalo ensandecido”. Veja as ilustrações:

Ilustração Branca dos Mortos e os Sete Zumbis Anão 01 Ilustração Branca dos Mortos e os Sete Zumbis Anão 02 Ilustração Branca dos Mortos e os Sete Zumbis Anão 03 Ilustração Branca dos Mortos e os Sete Zumbis Anão 04 Ilustração Branca dos Mortos e os Sete Zumbis Anão 05 Ilustração Branca dos Mortos e os Sete Zumbis Anão 06 Ilustração Branca dos Mortos e os Sete Zumbis Anão 07

O fim desse conto? Vou deixar pra quem quiser ler. Se você já achou as coisas muito estranhas até aqui, vai se surpreender com o fim.

 

Branca dos Mortos e os Sete Zumbis IlustraçãoEu gostei bastante desse livro, foi legal ler as histórias contadas dessa forma. O autor Fábio Yabu mandou muito bem, mas muito bem mesmo. Mas sabe o que é mais legal? Você vai descobrindo que as histórias têm uma ligação. Não vou revelar que ligações são essas, mas posso dizer que tem personagem que você vai descobrir que tem desenvolvimento em outras histórias. Por exemplo, a Cindehella tem ligação com a Branca dos Mortos, a mãe da Branca tem algo relacionado com a Bela Incorrupta…são ligações muito legais mesmo, eu adorei! E as ilustrações então! Fantásticas! Michel Borges está de parabéns! 

Por hoje é só, pessoal. Parabéns CPL pelo primeiro ano de blog!!!

Obrigado pela atenção, um abraço e até o próximo post!

Compare os preços deste livro clicando aqui.
Ou veja o preço na loja de sua preferência:
Cultura Saraiva Submarino 
JP
JP

Especificações técnicas:

ISBN: 8525055700

ISBN-13: 9788525055705

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Edição:

Ano de Lançamento: 2013

Número de páginas: 200

Editora: Globo Livros

Fonte: Livraria Cultura

Pesquisas recentes:

cindehella, cinderela e o sapatinho infernal, A VONTADE DOS FALECIDOS CONTO, branca dos mortos e os sete zumbis, contos são mortos, fabio yabu cinderela e o sapatinho infernal, fabio yabu cindherela e o sapatinho infernal, Ler A branca dos mortos e os setes zumbis, ler online livro branca dos mortos e os sete zumbis, livro online samarapunzel
JP

JP

Fascinado pelo Mundo de Magia e Bruxaria criado por J.K. Rowling e louco pelos romances policiais de Harlan Coben, JP está realizando seu sonho de criar sua própria biblioteca em casa e agora sonha em publicar um de seus vários projetos já iniciados. É apaixonado por livros e deseja passar essa paixão adiante, tocando as pessoas com sinceridade, diversão e cultura.
JP

Últimos posts por JP (exibir todos)

JP

Fascinado pelo Mundo de Magia e Bruxaria criado por J.K. Rowling e louco pelos romances policiais de Harlan Coben, JP está realizando seu sonho de criar sua própria biblioteca em casa e agora sonha em publicar um de seus vários projetos já iniciados. É apaixonado por livros e deseja passar essa paixão adiante, tocando as pessoas com sinceridade, diversão e cultura.

2 comentários em “Branca dos Mortos e os Sete Zumbis e Outros Contos Macabros

  • 2 de janeiro de 2016 em 19:51
    Permalink

    São todos os 11 contos nesse livro só? e essas 2 fotos da capa que voce botou é o mesmo livro soq só muda a capa? to querendo mt comprar e sua resenha me ajudou mt !

    Resposta
    • 3 de janeiro de 2016 em 03:13
      Permalink

      Oi, Veronica! Tudo bem?
      Isso mesmo, são todos os contos em um único livro
      O livro tem essas duas edições porque ele já foi publicado por duas editoras diferentes, mas a história é a mesma.
      Fiquei muito contente em saber que ajudei na sua escolha =)
      Espero que eu tenha conseguido ajudar mais uma vez e desejo uma boa leitura para você!
      Obrigado pelo comentário!!

      Resposta

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!