Eu Amo Ler – Por Verônica Assis

Verônica Assis“O segredo da leitura está no enigma das palavras. E só quem as decifra vai além de simplesmente uma boa oratória, são os de coração puro e uma grande imaginação.”

Lembro-me de ter escrito isso em algum lugar, sempre me peguei escrevendo algo, e foi aí que despertou o interesse pela leitura. Escrever melhor ou expandir as ideias foi o primeiro propósito em ler, mas admito que nunca fui de colecionar livros, pois as minhas economias sempre foram usadas pra algo que eu estivesse mais precisando no momento. Sempre li livros emprestados, pdf’s e revistas de todos os gêneros, e com certeza a internet sempre foi uma grande aliada.

Esse ano resolvi mudar, ou melhor dizendo, nos últimos meses, investi em livros o quanto pude. Com certeza é uma felicidade sem tamanho; ter livros e chama-los de seus.

Duas amigas minhas (Larissa Moreno e Larissa Neres) tiveram o papel fundamental nessa mudança. Foram as que me ajudaram a começar a comprá-los. Meu pai, minha mãe e meu irmão merecem total agradecimento, pois foram eles que pagaram e sempre incentivaram a leitura.

Ainda não tenho um livro específico o qual eu possa dizer que é meu preferido, talvez eu possa dizer que um dos temas que não me chama atenção e não me dá prazer em ler são os de autoajuda, não criticando, porque até hoje eu só li Estante de Livros de Verônica Assisalguns, mas não são de minha preferência. Sou fascinada por romances e ficções.

Um dos meus sonhos, por morar numa cidade onde a leitura é pouco explorada e não tem lugares específicos, nem venda de livros à vontade, é estabelecer um negócio apropriado, que atraia olhares e cultive o gosto de todos, pois acredito que o poder de um conceito é a criação de uma nova geração.

Outro sonho é possuir todos os livros que desejo, e ter aquela biblioteca satisfatória em casa.

A fé é o que me move. Tenho a ideia que quase todos necessitam de uma energia positiva pra equilibrar-se e estabelecer metas. Uma das minhas é um dia escrever um livro. Sempre tive essa ideia, mas nunca pensei no tema ao certo. Nas coisas que escrevo, sempre me inspiro na dor, no amor, em geral no que vivo, às vezes mergulho no drama, já em outras, embriago-me de alegria, assim como flutuo na ficção e tento ampliar o que os olhos não veem, que será o despertar de uma alma ou um sentimento oculto, ambos precisam de reconhecimento.

Por fim, a realização mais prazerosa vem de um desejo duradouro.

#TemQue acreditar em si, pois é o primeiro passo pra conseguir o que deseja.

Ops, já ia esquecendo:

Me chamo Verônica Costa Assis, tenho 17 anos, acabei de completar o ensino médio, e pra complementar amo séries de TV e heróis de história em quadrinhos.

Facebook: Verônica Assis
Instagram:@veronicaassis97

Esse foi o depoimento da Verônica Costa Assis. Clique aqui para ler outros depoimentos do Eu Amo Ler. Você também pode participar e sua história também pode aparecer aqui no nosso blog. Basta escrever e mandar pra nós no email culturaproximaleitura@gmail.com com o assunto Eu Amo Ler ou enviar pela nossa página Contato. Se quiser uma ajudinha é só acessar nosso post que explica o que é o Eu Amo Ler e como escrever seu texto, clique aqui para mais informações.

Obrigado pela atenção e obrigado pelo texto Verônica!

Até mais!

Pesquisas recentes:

eu amo ler capas para facebook
JP

JP

Fascinado pelo Mundo de Magia e Bruxaria criado por J.K. Rowling e louco pelos romances policiais de Harlan Coben, JP está realizando seu sonho de criar sua própria biblioteca em casa e agora sonha em publicar um de seus vários projetos já iniciados. É apaixonado por livros e deseja passar essa paixão adiante, tocando as pessoas com sinceridade, diversão e cultura.
JP

JP

Fascinado pelo Mundo de Magia e Bruxaria criado por J.K. Rowling e louco pelos romances policiais de Harlan Coben, JP está realizando seu sonho de criar sua própria biblioteca em casa e agora sonha em publicar um de seus vários projetos já iniciados. É apaixonado por livros e deseja passar essa paixão adiante, tocando as pessoas com sinceridade, diversão e cultura.

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!