A Menina Mais Fria de Coldtown

A menina mais fria de Coldtown.inddOlá, pessoal! Tudo bem? Hoje trouxe um livro para o #MêsDeTerrorCPL! Um livro que eu não sabia do que se tratava e o meu guia foi somente o que a Editora Novo Conceito deixou indicado na parte de trás do livro “Neste livro você encontra: Terror; Aventura e Mistério”. Vamos lá?

A Menina Fria de Coldtown por Holly Black

A nossa história começa quando a Tana acorda em uma banheira de uma casa onde teve uma festa daquelas de colégios dos Estados Unidos que já conhecemos, né? Muita música, pegação, alcool e blábláblá. Tana é uma garota aparentemente bem madura. Sofrera um acidente no passado (não vou contar, pois é um fato bem importante e marcante), tinha uma irmã e seu pai e a sua mãe infelizmente faleceram há um tempo.

Voltando à história: Tana acorda zonza e com muitas dores no corpo, fica muito preocupada, pois imagina que todos do colégio zombariam dela porque em meio à festa ela estava literalmente desmaiada em uma banheira. Bom… isso aconteceria se alguém estivesse ali para zombar dela, né?

Então, Tana se levanta e desce as escadas e quando ela chega na sala, encontra pessoas mortas e ensanguentadas. Sem pensar duas vezes, Tana sabe que foram os vampiros que os atacaram.

Sim, neste mundo criado pela Holly Black os vampiros são reais e todos sabem da sua existência. Nada de se esconderem e nada de se camuflarem, eles estão ali e pronto. 

Tana entra em choque na hora… sim, com certeza, né? Mas em meio a sua resistência para não entrar em estado total de choque, ela consegue se levantar e decide que seria necessário sair daquele lugar. Para isso, foi ao cômodo onde deixou a sua bolsa para pegar a chave do carro. Ao abrir a porta, uma outra surpresa. O seu ex-namorado, Aidan, estava acorrentado na cama com silver tape na boca. No entanto, ao lado da cama havia uma outra grande surpresa, um vampiro estava ali sentado. 

Tana poderia simplesmente puxar o saco de lixo da janela, fazendo com que o vampiro desconhecido queimasse totalmente quando o sol batesse em sua pele, mas ela não fez isso e foi em direção ao Aidan para inicialmente retirar o silver tape de sua boca. Mas assim que ela libera a boca do Aidan, mais uma surpresa: Aidan mostra seus caninos afiados e tenta morder Tana. Sim, Aidan estava prestes a se tornar um vampiro.

Aqui todos podem se transformar em um vampiro. Primeiramente sendo infectado por um vampiro, ou seja, mordido por um deles. Enquanto o vampiro suga o sangue da pessoa, ela é infectada, pois o sangue do vampiro começa a correr nas veias da pessoa. Nem todas as mordidas de vampiro fazem com que a pessoa realmente seja infectada, pois em alguns casos as pessoas ficavam bem e em outros não. Se ela não ficasse “resfriada” dentro de 48 horas, ela ficaria bem. Esse resfriado não é o que normalmente chamamos de gripe, é aquele que abaixa a temperatura do corpo, todos os sentidos ficam aguçadíssimos e o pior de todos, a vontade de ingerir sangue humano era absurda.

Bom, se a pessoa pegasse este “resfriado” durante esse tempo, somente bastaria ela ingerir sangue humano para se tornar um vampiro. O resfriado tem uma duração de 88 dias, sendo possível apenas uma cura: não ingerir sangue até que estivesse livre da infecção.

Tana fica assustada de novo, pois Aindan quase a tinha atacado. Mas era possível salvar o único sobrevivente daquela casa, então Tana segue com o resgate do seu ex em meio ao pânico que quer consumi-la naquele momento. Então o vampiro chamado Gavriel, que estava quieto ao lado da cama, dá uma ideia de fuga para que eles conseguissem fugir daquela casa. Não contarei detalhes, pois a cena é bem interessante! Posso adiantar que mais tarde Tana percebe que levou um arranhão de dente na perna, havendo a possibilidade de estar infectada.

Com o carro de Tana, Crown Vic, ela, Aidan e Gavriel, sim o vampiro, conseguem fugir da casa. Eles percorrem as estradas e somente um destino era certo naquele momento, uma Coldtown.

O que é Coldtown? Coldtown é o nome de locais para onde pessoas infectadas são levadas e ficam aprisionadas para não saírem por aí atacando as pessoas. Havia também aqueles que não estavam infectados, mas que estavam lá dentro, ou por vontade própria ou por muita má sorte, por exemplo, quando acontece o isolamento e uma pessoa acaba sendo isolada por engano junto aos outros que estavam ali.

Havia então 2 condições para que as pessoas pudessem sair de uma Coldtown: a pessoa teria que estar livre da infecção e deveria possuir ou conseguir um sinalizador. Este sinalizador se consegue com um caçador de vampiro. Ele teria que estar fora da Coldtown e conseguir levar um vampiro lá. Se ele abrisse mão de sua recompensa, libertaria somente um humano. Então é basicamente um vampiro por um humano, como se o vampiro fosse uma moeda de troca. 

Bom… isso foi apenas o começo da história. No caminho para Coldtown, o trio encontra Midnight, uma garotinha, e Winter o irmão mais velho da garotinha. Eles são donos de um blog e colocam na rede assuntos relacionados aos vampiros. Uma coisa bem interessante é que os vampiros, além de serem reais e conhecidos por todos, têm seu destaque nas redes de comunicações, como páginas na internet, canais de YouTube, jornais, reality show e redes sociais como Instagram e Facebook também. O fato é que Midnight e Winter, além de terem conhecimento sobre vampiros e a Coldtown, querem entrar em uma Coldtown, mesmo não estando infectados, e de lá de dentro transmitir ao mundo como é estar dentro de uma cidade isolada do mundo dos humanos.

Tana estaria mesmo infectada? Aidan conseguirá suportar 88 dias para voltar a ser um humano? E qual é a do vampiro Gavriel? Os vampiros são predadores de humanos, por que ele ajudou Tana e ainda se juntou a ela? E esses irmãos Midnight e Winter? Garanto que a autora deixará muitos mistérios durante a leitura!

Este é o primeiro livro que leio escrito apenas pela Holly Black, pois como vocês já sabem, sou fã dos livros que a autora escreve em parceria com a Cassandra Clare da série MagisteriumO Desafio de Ferro (livro 1) A Luva de Cobre (livro 2). Eu achei que o livro é bem fácil de se envolver e o que facilitou mais para mim foi que os capítulos são bem fragmentados, deixando a leitura mais suave. Na maioria das vezes temos o ponto de vista de Tana, mas em algumas cenas temos a visão de outros personagens e de lembranças também. 

Para quem gosta de Booktrailers, segue o deste livro!

Fazia tempo que não lia um livro de volume único e eu gostei muito da leitura! No entanto darei somente 4 estrelas, pois algumas cenas foram um pouco forçadas e um pouco sem noção e o final deixou a desejar… eu esperava um desfecho, digamos, mais desfechado. Hahahahahah 

Espero que tenham gostado! Por favor, avaliem o que vocês acharam do livro também! 

Minha avaliação:

A avaliação de vocês:

 

Então por hoje é só! Os sorteios continuam e desejo a todos vocês muita sorte, pois mais livro ou mais um box nunca é demais né? Muito obrigada e até a próxima leitura :)

Compare os preços deste livro clicando aqui.
Ou veja o preço na loja de sua preferência:
Cultura Saraiva Submarino
Lih
Lih

Especificações Técnicas

Especificações técnicas:

ISBN: 8581634036

ISBN-13: 9788581634036

Idioma: português

Encadernação: Brochura

Edição: 1ª

Ano de Lançamento: 2014

Número de páginas: 384

Editora: Novo Conceito

Fonte: Livraria Cultura 

Lih
Lih

Últimos posts por Lih (exibir todos)

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!