Maybe: Maybe Someday – Livro 1

Resenha Maybe Someday Colleen Hoover Livro CapaOlá, pessoal!! Como prometido, vou postar aqui algumas resenhas da linda, maravilhosa, estupenda, digníssima Colleen Hoover. Mas, gente, pra quê tanto adjetivo? Porque essa autora é SENSACIONAL. Parei, parei.

Maybe Someday foi um dos livros que fez meu ano de 2015 ter valido a pena. Juro. Estou aqui contendo meus dedos para não escrever demais sobre, tanto que eu gosto do livro.
Vamos à sinopse:

Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas as noites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro em mais de uma maneira.

Normalmente eu contaria mais sobre a história, mas ela é tão completa que se eu disser mais do que a sinopse acima, vou acabar contando detalhes que estragam o charme do livro. Então, vou falar do enredo em geral. Ah, Bruna, esta história é clichê!! Juro que não é. É uma história envolvente que mexe com todos os nervos emocionais de seu corpo, porque te leva a querer estar na história. Como assim? Sabe quando você está lendo Harry Potter e de repente tem essa vontade louca de subir numa vassoura e tentar pegar o pomo de ouro? Então. quando eu li Maybe Someday a única coisa que eu queria era saber cantar como a Syd e ter um vizinho super gato que toca violão. Tipo isso.

Este livro tem partes da história que te fazem pensar sobre a vida, analisar bem e querer ser algo melhor, eu não sei explicar a sensação. Além disso, Colleen o escreveu de uma forma que faz você rir muito. Tem partes tristes? Sim. Tem algumas cenas dramáticas? Com certeza, porque isso faz parte de todos os livros de nossa autora. Mas as partes engraçadas são muito boas.  Sydney tem aquele toque sarcástico e irônico que a torna pouca das personagens mulheres que eu realmente gosto, sem por defeito. Ela não se faz de inocente e pobre coitada. Vou dar um exemplo: Quando ela descobre que o Hunter está a traindo com a Tori, ela dá um soco nos dois! Gente, que demais!! (*batendo palmas*). Quando é que você viu uma coisa dessas? Sem contar que ela é fiel, justa, e tem uma voz linda (e daí que é um livro?, eu sei que ela tem e ponto final!).

Ridge. Ah Ridge. De longe um dos meus personagens masculinos preferidos de todo mundo. Se ele existisse na vida real, eu casaria com ele (até parece). Ele também é engraçado, tem uma personalidade cativante, e apesar de enfrentar algumas dificuldades da vida, o faz de cabeça erguida e com um sorriso no rosto. E também sabe tocar violão! quem não gosta de um cara que sabe tocar violão?

Palavras às vezes podem ter um efeito muito maior sobre o coração do que um beijo…

A história traz várias mensagens importantes e momentos lindos entre os protagonistas. Sem contar – detalhe super-hiper-mega diferente de todos os livros que tem personagens que compõem – que nós, leitores, temos a chance de ouvir – OUVIR – todas as músicas compostas no livro. Sim, a Colleen Hoover, junto com o cantor Griffin Peterson, as produziu e disponibilizou para nós. (*olhos lacrimejando*). As letras são perfeitas e envolventes, e apesar de fazer séculos – olha a hipérbole – que eu li este livro, ainda ouço a playlist quase todo santo dia. Tenho de admitir que ler o livro enquanto ouve as músicas é uma forma mágica para te fazer entrar na cabeça dos personagens e entender as emoções conflituosas que os envolve.

Para quem tiver a chance de comprar o e-book, lá mesmo aparece o link para ouvi-las. Não sei como funciona o livro físico, mas, caso estejam interessados, disponibilizamos aqui para vocês: www.maybesomedaysoundtrack.com

Às vezes, na vida, precisamos de alguns dias ruins, para manter os bons em perspectiva.

Acho que é isso, espero que realmente leiam, porque vale muito a pena, tenho certeza de que vão gostar. Muito. E também poderão ter mais uma experiência incrível de ler o livro da Colleen, minha futura  segunda mãe. O livro não tem uma data de lançamento específica aqui no Brasil, mas a Galera Record já confirmou sua publicação e será este ano. Eu disse que 2016 vai ser o ano mais lindo! *-*

Minha avaliação:

A avaliação de vocês:

 

Obrigadinhaa

Compare os preços deste livro clicando aqui
Ou veja o preço na loja de sua preferência:
 Cultura Saraiva  
Bruu

Especificações Técnicas

Especificações técnicas:

ISBN: 9781476753171

Código de barras: 2000846170040

Idioma: inglês

Formato: Livro digital (ebook) – epub

Edição: 1ª

Ano de Lançamento: 2014

Editora: Atria Books

Fonte: Livraria Cultura 

Pesquisas recentes:

as vezes na vida precisamos de dias ruins para manter os bons em perspectiva em inglês
Bruu

Bruu

Viciada em leitura, mas apaixonada por números, o ápice da contrariedade. Tem uma queda maior por romances e finais felizes, mas ama as lágrimas que os livros de drama causam. A meta do ano é publicar um livro próprio. A meta da vida é viver e ler, mesmo quando não puder mais.
Bruu

Bruu

Viciada em leitura, mas apaixonada por números, o ápice da contrariedade. Tem uma queda maior por romances e finais felizes, mas ama as lágrimas que os livros de drama causam. A meta do ano é publicar um livro próprio. A meta da vida é viver e ler, mesmo quando não puder mais.

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!