O Revival de Gilmore Girls

poster-gilmore-girls-netflixOi, pessoal tudo bem? Como já dissemos antes aqui no CPL, a Netflix tava preparando um revival de Gilmore Girls! Bom, no ultimo dia 25 de Novembro, um verdadeiro presente aos fãs chegou:. Gilmore Girls: One Year in The Life nos coloca novamente no mundo de Stars Hollow e traz de volta todos os personagens que fizeram os fãs se apaixonarem ao longo das 7 temporadas originais! A série foi televisionada de 2000 a 2007 e a última temporada não contou com o texto e a gravação da criadora Amy Sherman Palladino. Nove anos depois, a autora original volta para dar o final que sempre imaginou e não teve a chance de entregar.

O especial é dividido em quatro partes, cada uma delas com uma hora e meia de duração e tem o nome das estações do ano. Começando no Inverno, descobrimos como nossos personagens estão nove anos depois. Rory volta depois de uma temporada em Londres, com três celulares e com um novo namorado, Paul, que ninguém parece lembrar que existe, nem mesmo Rory, que ao longo dos quatro episódios esquece completamente do rapaz, até para terminar com ele. Lorelai ainda é a dona e administradora da Dragonfly Innposter-gilmore-girls-netflix-inverno e está com Luke, mesmo não estando casados. Kirk aparece com seu novo negócio e sua nova porquinha de estimação, e como sempre, gera momentos brilhantes e cômicos. A cidade é a mesma que nos lembramos e nos apaixonamos e Taylor, Babette, Paul Anka, Gipsy, Michel, todos estão de volta. Mas, logo de início sentimos saudades de Sookie. Essa primeira parte traz o tom de como será o especial, focando como sempre nas mulheres da família Gilmore.

Lorelai passa por uma crise de meia idade onde questiona seu negócio e sua relação com Luke; não sabe direito para onde quer ir. Rory está desempregada, sem casa e tendo um caso com um Logan agora noivo! (mesmo namorando o coitado do tal Paul) e a matriarca da família, Emily, enfrenta o luto deixado por Richard depois de 50 anos de casamento. A morte de Richard, aliás, foi um plano de fundo para toda a narrativa das 4 partes. O ator Edward Herrmann, falecido em 2014, ganha uma grande homenagem do elenco com quem trabalhou durante 7 anos

poster-gilmore-girls-netflix-primaveraAs partes 2 e 3 (primavera e verão, respectivamente) são as mais fraquinhas e com algumas cenas que cansam. Como por exemplo, o musical. Mas nada que apague o brilho da série. Nela se destacam mais os atores secundários (Paris retorna SENSACIONAL) que voltam para mostrar como suas vidas mudaram. Outro destaque são as cenas de terapia entre Emily e Lorelai.

A quarta (e última) parte é o Outono. Nele, inclusive, temos a volta da Brigada da Vida e da Morte e uma cena ótima entre Rory e seu pai. Contamos com o retorno de Sookie e o tão esperado casamento de Lorelai e Luke. Lorelai, depois de ir escalar (sim, vocês leram escalar, Lorelai Gilmore foi pro meio do mato por vontade própria), acha a solução para seus problemas e volta para um Luke que está mais do que pronto para esse momento. A última parte começou diferente das outras e já mostrando como seria o contorno do final. Aliás, a única coisa mais esperada que o casamento de Lorelai e Luke são justamente as 4 últimas palavras que Amy Sherman Palladino disse estar esperando 9 anos para nos mostrar. E essas palavras não podiam ser melhores.

poster-gilmore-girls-netflix-veraoO FINAL DE UM CICLO E ACHISMOS (contém spoilers)

Sem dúvida nenhuma, o revival de Gilmore Girls tem como objetivo encerrar a série do jeito que a criadora imaginou e não teve chance. Quase toda a trama da sétima e ultima temporada, televisionada em 2007, foi ignorada. Aqui, Logan nunca pediu Rory em casamento e nunca foi rejeitado. A Gilmore caçula não foi cobrir a campanha eleitoral do próximo presidente americano. Muito pelo contrário: Rory e Logan estão juntos, mas de forma errada; ela trai o namorado e ele, a noiva. Ela não se tornou a jornalista que sempre sonhou e mesmo com um diploma de Yale vê seu sonho ir por água abaixo. Não tem dinheiro e nem onde morar. Rory passa os quatro episódios completamente perdida, e sem dúvida, foi a personagem que mais voltou diferente. Ela agora tem 32 anos, a mesma idade que sua mãe tinha quando a série começou e talvez, cometendo os mesmos erros, anos mais tarde.

Muito foi falado sobre uma possível relação entre Logan e Christopher (pai da protagonista) e fica evidente nos episódios. Amy disse que “queria que Rory namorasse com uma versão do pai dela” e isso é personificado poster-gilmore-girls-netflix-outonoem Logan: o garoto rico, mimado, com uma vida totalmente oposta da dela, mas que no fundo a ama de verdade. Muito parecido com o relacionamento que existiu entre Christopher e Lorelai. Christopher sempre foi apaixonado por Lorelai e Logan sempre amará Rory, mesmo estando noivo de outra. Mas então, quem seria o Luke de Rory? Esse revival nos trouxe ainda, outros dois namorados (já mencionados pelo CPL em outro artigo). Jared Padalecki, da série Supernatural, volta para uma cena minúscula, só para encerrar seu personagem. E Milo Ventimiglia, volta como Jess, o ex-namorado bad boy (que não é mais bad boy) e que mesmo afirmando não ser mais apaixonado por Rory, continua encantado por ela. E seria dele o papel de Luke.

As quatro palavras proferidas por Rory e Lorelai surpreendem e também dão um sentido muito mais amplo para a visita de Rory ao seu pai. É um ciclo que se encerra. Basta dizer que Lorelai está feliz com Luke (FINALMENTE) e para sempre conectada com Christopher, com quem tem uma filha, assim como Rory que também sempre estará ligada ao Logan e, quem sabe, feliz (ou não) com Jess (ou outro namorado). Rory, no final é Lorelai.

Gilmore Girls mais uma vez se despede (e provavelmente para sempre, já que a criadora disse que esse era o final que sempre tinha planejado), deixando os fãs mais nostálgicos que nunca, e surtando com o final em aberto (eu surtei e muito) e com sentimento de quero mais, mas cumprindo o que veio fazer: encerrando o ciclo de duas mulheres cuja relação é muito mais que a de mãe e filha, são verdadeiras amigas.

Espero que tenham gostado e não deixem de comentar o que acharam também!

Le

Le

Leitora assídua desde pequena quando conheceu Harry Potter, Leila continua sendo apaixonada pela Literatura, principalmente a clássica. Viciada não só em livros, mas também em séries, gosta de passar tempo discutindo as novidades literárias com os amigos.
Le

Últimos posts por Le (exibir todos)

Le

Leitora assídua desde pequena quando conheceu Harry Potter, Leila continua sendo apaixonada pela Literatura, principalmente a clássica. Viciada não só em livros, mas também em séries, gosta de passar tempo discutindo as novidades literárias com os amigos.

Um comentário em “O Revival de Gilmore Girls

  • 30 de novembro de 2016 em 14:19
    Permalink

    Ótima resenha! Tive a mesma impressão!
    Apesar de algumas partes mais monótonas, o revival cumpriu bem sua tarefa de dar novos contornos ao fim da série. Ficaremos com saudade!

    Resposta

E aí? Gostou? Comente aqui o que você achou!